Divulgação/PMMG

Os 246 anos de fundação da Polícia Militar de Minas Gerais foram comemorados esta semana, em solenidade realizada no 14º Batalhão, em Ipatinga. Na oportunidade, militares das setes unidades operacionais, que fazem parte da região foram agraciados com as medalhas Alferes Tiradentes e Mérito Profissional. De acordo com o Comandante da 12ª Região de Policiamento Militar, coronel Gildásio Rômulo Gonçalves, a entrega das medalhas é uma forma de homenagear, justamente, na solenidade de aniversário da Corporação, aqueles que se destacaram na defesa do povo mineiro. ?A medalha Alferes Tiradentes é a maior comenda da Polícia Militar, temos aqui tanto militares e também uma juíza da Comarca de Ponte Nova que serão agraciados?.

Mesmo com os desafios diários pertinentes a atividade militar, e desde o ano passado também com as restrições impostas pela pandemia, a Polícia Militar vem se adaptando para sempre cumprir o juramento de proteger o povo mineiro. ?Nós espelhamos no legado deixado por Tiradentes, para enfrentar os desafios. Temos essa pandemia que assola o mundo e continuamos com o que sabemos fazer, que é garantir a segurança da sociedade. Trabalhamos na distribuição de vacinas, no auxílio de pessoas necessitadas. O nosso home office foi nas ruas cumprindo o juramento que fizemos, de defender o mineiro, mesmo com o sacrifício da própria vida?.

Um dos homenageados na solenidade foi o tenente Lindomar, que recebeu a medalha Alferes Tiradentes. Ele entrou na PM como soldado e agora como oficial foi agraciado com a maior comenda da corporação. "É uma honra e uma felicidade receber esse reconhecimento. Mas não estou recebendo essa medalha sozinho, isso foi com a ajuda dos companheiros que me acompanharam durante toda a minha carreira. Na PM, se você se dedicar é possível sim subir na carreira".

Este é um ano de comemorações para a Polícia Militar, além do aniversário, a Corporação também tem uma marca importante, que são os 40 anos da mulher na PM. Para a tenente Cristiane, receber a medalha de Mérito Profissional é o reconhecimento, e a prova de que independente do sexo, se o trabalho for bem feito há recompensa. "Somos valorizadas, estamos completando 40 anos de serviços, recebemos os mesmos salários e responsabilidades que os demais. E estamos sempre buscando a melhor forma de atender a comunidade".

Reforço operacional

No mês de julho, a 12ª Região, que congrega além do 14º os batalhões sediados em Manhuaçu (11º), Itabira (26º), Fabriciano (58º), Caratinga (62º); além do 12º Batalhão de Meio Ambiente Trânsito (Ipatinga) e as companhias independentes de Monlevade (17ª) e Ponte Nova (21ª); terá 67 novos soldados, que vão se formar após nove meses de intenso treinamento e estágios operacionais. E já há um processo de recrutamento aberto, em que a previsão é que no próximo ano, mais 60 militares ingressem na força.